• marketing47547

Você sabia que a Fita Autoclave Missner não possui chumbo?




Consulte se a marca que você compra possui chumbo na composição. Questione seu fabricante.


Muitas empresas fabricantes de Fitas Autoclave, utilizada como indicador de que o processo de esterilização foi realizado corretamente, possuem em sua composição, dentro da tinta indicadora, o composto chumbo.

O chumbo é altamente tóxico para os seres vivos. Ele pode ser encontrado na natureza, contudo as atividades humanas podem causar um desequilíbrio nas concentrações desse metal no meio ambiente.

Quando utilizado no processo de esterilização por autoclave, a água utilizada para esterilização dentro do autoclave, entra em contato com a tinta contendo chumbo, e depois é descartada na naturez. O materiais hospitalares que também foram utilizados na esterilização, podem ter contaminação pelo chumbo.

NA Europa e EUA, o chumbo já é proibido em diversos segmentos, e existe até uma Lei para bani-lo, como por exemplo a REACH e ROHS.

Quando absorvido pelo organismo humano, por meio da comida, do ar ou da água, a intoxicação por chumbo pode causar efeitos como:

• Alterações na produção da hemoglobina e desenvolvimento de anemia;

• Desregulação hormonal;

• Fadiga, dor muscular e nas articulações;

• Perturbações gastrointestinais (náuseas, vômitos, dor abdominal, etc.);

• Abortos espontâneos;

• Distúrbios neurológicos (dor de cabeça, irritabilidade, letargia, etc.);

• Problemas de fertilidade masculina;

• Diminuição da aprendizagem em crianças;

• Interrupção no crescimento em crianças.

Desastres ambientais

Desde a década de 70, o consumo de chumbo aumentou significativamente nos países em desenvolvimento. Um dos efeitos desse alto consumo é a poluição e contaminação das águas, do solo e do ar. Confira abaixo dois casos brasileiros:

Santo Amaro da Purificação (BA): em 1989, instalou-se na cidade baiana a Companhia Brasileira de Chumbo, que por mais de 30 anos realizou o beneficiamento de minérios e a produção de lingotes de chumbo. Com o fechamento da empresa, em 1993, estima-se que foram produzidos cerca de 490.000 toneladas de escória.

A escória continha metais como chumbo e cádmio. Esses resíduos foram depositados em locais próximos à fábrica e, ainda, utilizados na pavimentação de ruas e fundações de casas pela população - que desconhecia o risco. Posteriormente, foram desenvolvidas ações para acompanhar a saúde das pessoas expostas aos metais.

Adrianópolis (PR): a usina de refiro da Plumbum Mineração e Metalurgia Ltda. Atuou por mais de 50 anos em Adrianópolis com mineração de chumbo. Após o fechamento da empresa em 1955, mais de 3 milhões de toneladas de rejeitos do metal foram lançados e no Rio Ribeira, sem tratamento nenhum tipo de tratamento.

A Secretaria de Saúde do Estado, em parceria com o Ministério da saúde, elaboram um relatório que indicou as seguintes condições:

a) Contaminantes de interesse identificados nos compartimentos ambientais: cádmio, chumbo, cobre e zinco;

b) Populações expostas no momento da avaliação:

c) Rotas de exposição completas no passado, presente e futuro: solo superficial, poeira domiciliar, água superficial, alimentos e sedimentos do Rio Ribeira.

Referências: 1) NEVES, Dioney. Missner & Missner, indústria de fitas hospitalares.

2) EDUCA+BRASIL. Chumbo. https://www.educamaisbrasil.com.br/enem/quimica/chumbo. (Acessado em 29/abril/2021).

Acesse: www.missner.com.br

50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo